Baxter marca o dia da Hemofilia com eventos internacionais e luta por um Brasil sem sangramentos

No Dia Mundial da Hemofilia, a Baxter reforça o compromisso de abordar as disparidades no tratamento e compartilha uma nova visão de futuro

São Paulo, 17 de abril de 2013 - A Baxter International Inc. (NYSE: BAX) reafirmou no Dia Mundial da Hemofilia o seu compromisso com a comunidade de hemofilia mundial para preencher a lacuna no tratamento e trabalhar na direção de um mundo livre de sangramentos.

Aproximadamente 400 mil pessoas no mundo vivem com hemofilia¹ (no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, são cerca de 12 mil), sendo que 75% continuam sem receber os cuidados adequados (em alguns casos, não recebem cuidado algum)². Para tratar do tema, a Baxter realizou nos dias 12 e 13 de abril eventos simultâneos no Hotel Hilton, em São Paulo - o Simpósio Internacional Multidisciplinar em Hemofilia (SIMH) e a 2ª edição do Latin America Hemophilia Update.

Os encontros contaram com a presença de 150 profissionais de saúde entre médicos, farmacêuticos e enfermeiros, além de autoridades como o coordenador da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Dr. Guilherme Genovez, que ressaltou o compromisso do governo na luta por um Brasil sem sangramentos.

Durante a programação científica, palestrantes internacionais ministraram aulas sobre a eficácia e a segurança do tratamento profilático (tratamento padrão ouro em todo o mundo disponível no Brasil desde Dezembro de 2011), oportunidades para melhorar o diagnóstico, desenvolvimento de inibidores e chegada do fator VIII recombinante ao país, resultado de um contrato de transferência de tecnologia que a Baxter assinou com a Hemobrás, Empresa Brasileira de Hemoderivados, reafirmando a missão da empresa de avançar nos cuidados aos mais de 12 mil pacientes em todo o Brasil.

Honrando os 50 anos do programa “Avançando o cuidado para todos” da Federação Mundial de Hemofilia

Para corrigir as disparidades no atendimento ao redor do mundo, a Baxter continua no seu papel como patrocinador e fundador do programa Aliança Global para o Progresso (AGP) da Federação Mundial de Hemofilia (WHF). Este projeto de desenvolvimento de acesso à saúde, agora em seu 11º ano, pretende aumentar significativamente o diagnóstico e o tratamento de pessoas com hemofilia e outras desordens hemorrágicas nos países em desenvolvimento.

Desde o início do programa em 2003, mais de 93.000 pessoas em 20 países foram diagnosticadas com doenças hemorrágicas (cerca de 56.000 com hemofilia)³. A Baxter doou mais de 16 milhões de unidades internacionais de produto ao longo dos últimos três anos através de seus parceiros de ajuda humanitária, a WFH e a AmeriCares, para oferecer tratamento de reposição de fator nos países em desenvolvimento. "Iniciativas coma AGP e programas de doação de tratamento são de valor inestimável para ajudar a Federação Mundial de Hemofilia a melhorar o acesso aos cuidados para pessoas com hemofilia em todo o mundo", diz Alain Weill, Presidente da Federação Mundial de Hemofilia. "A melhoria no atendimento tem sido tão notável nos últimos 50 anos que os pacientes em muitos países podem viver suas vidas sem sangramentos, e quando olhamos para o futuro, queremos garantir que todos tenham acesso aos cuidados de que precisam."

Por mais de 60 anos, a Baxter tem sido um parceiro dedicado à comunidade hemofílica e está empenhada em ajudar cada paciente a alcançar uma vida sem sangramentos. Para as pessoas com hemofilia, reduzir seus episódios de sangramento (medida pela taxa anual de sangramentos) pode significar uma melhora significativa em resultados a longo prazo e em qualidade de vida. Dados de um estudo multicêntrico patrocinado pela Baxter e que envolveu 73 pacientes mostraram que 33,3% daqueles com hemofilia A grave em profilaxia não apresentaram sangramentos durante os 6 meses de tratamento, o que resultou em melhoria da qualidade de vida e redução da dor. 4

"O 50 º aniversário da Federação Mundial da Hemofilia é um marco que significa progressos notáveis na vida destes pacientes", diz Brian Goff, líder global da Baxter para hemofilia. "A visão da Baxter para o futuro é a busca de um mundo livre de sangramento, um paciente de cada vez, trabalhando com a comunidade hemofílica para ajudar a redefinir o que pode ser possível para aqueles que vivem com distúrbios hemorrágicos."

Sobre o Mundial de Hemofilia Dia

O Dia Mundial da Hemofilia ocorre todos os anos em 17 de abril. Desde a sua criação, em 1989, em honra ao fundador da Federação Mundial de Hemofilia, Frank Schnabel, esta data tem servido como uma oportunidade para aumentar a conscientização sobre a hemofilia e outros distúrbios hemorrágicos e seu impacto sobre a comunidade global.

Sobre Hemofilia A e B

A hemofilia é um distúrbio hereditário da coagulação sanguínea que afeta principalmente os homens. As pessoas que vivem com hemofilia têm deficiência de uma das proteínas de coagulação do sangue (ou seja, as possuem em quantidade insuficiente), o que ocasiona dificuldade para cessar hemorragias. Existem duas formas de hemofilia hereditária: A e B. Em pessoas com hemofilia A, o fator VIII de coagulação não está presente em quantidades suficientes. Sem ele, estas pessoas podem experimentar sangramentos espontâneos e traumas em qualquer região do organismo. Os sangramentos mais comuns ocorrem nas articulações e causam dor, inchaço e redução de movimentos. Outras hemorragias, como as cerebrais, podem ser fatais caso não tratadas a tempo. As pessoas com hemofilia B não têm uma quantidade suficiente do fator IX da coagulação e apresentam sintomas semelhantes aos hemofílicos A. Cerca de 30 por cento dos casos resultam de uma mutação espontânea no gene do fator VIII e por isso não possuem história familiar. Um terceiro tipo de hemofilia é chamado de hemofilia adquirida. Nesse caso, a deficiência de fator VIII é decorrente de um anticorpo que interfere na ação do fator, dificultando a coagulação.

Sobre a Baxter em Hemofilia

A Baxter tem mais de 60 anos de experiência em hemofilia e introduziu uma série de inovações terapêuticas para estes pacientes. Possui o maior portfólio de produtos para hemofilia da indústria e é capaz de atender às necessidades individuais de tratamento, através de uma gama de opções para os diferentes tipos de hemofilia e outras doenças hemorrágicas, bem como para suas complicações. O trabalho da empresa é focado na elevação do nível de atenção à hemofilia com o intuito de melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem com hemofilia A e B em todo o mundo, tornando-as mais independentes e capazes de levar uma vida mais próxima à normal.

Referências

¹World Federation of Hemophilia. Guidelines for the management of hemophilia.2nd edition. 2012 Acessado em abril de 2013. Disponível em: http://www.wfh.org/en/page.aspx?pid=642 ² World Federation of Hemophilia. Close the Gap. Acessado em abril de 2013. Disponível em: http://www.wfh.org/en/page.aspx?pid=1391 ³ Global Alliance for Progress (GAP) 2012 Summary Report and Results. Preparado pela FMH. Dezembro de 2012. 4 Valentino LA, et al. J Thromb Haemost 2012; 10: 359-67

Sobre a Baxter International Inc.

A Baxter International Inc., através de suas subsidiárias, desenvolve, fabrica e comercializa produtos que salvam e prolongam a vida das pessoas com hemofilia, distúrbios imunológicos, câncer, doenças infecciosas, doenças renais, trauma e outras condições crônicas e agudas. Como uma empresa global e diversificada de saúde, a Baxter aplica uma combinação única de experiência em equipamentos médicos, produtos farmacêuticos e biotecnologia para criar produtos que avançam o cuidado ao paciente em todo o mundo.